Relações de intimidade juvenis e adultas, uma análise comparativa: Das narrativas de amor às conjugalidades violentas

  • Ana Rita Dias
  • Celina Manita
  • Rui Abrunhosa Gonçalves
  • Carla Machado
Palavras-chave: -

Resumo

Neste estudo faz-se uma análise comparativa entre o discurso de participantes com história de violência nas relações de intimidade e o discurso de participantes sem história de violência, tanto na população juvenil como na população adulta. O estudo inclui 24 participantes com história de violência e 28 participantes sem história de violência, com os quais se conduziu uma entrevista individual sobre a história de amor da sua vida. Identificaram-se cinco repertórios interpretativos sobre o amor, partilhados por todos os participantes e verificaram-se diferenças no padrão de utilização e na amplitude dos repertórios. Discute-se de que forma os repertórios podem facilitar ou limitar a violência na intimidade. Por fim, considerando as especificidades identificadas no discurso das vítimas, dos agressores e dos jovens, discutimos potenciais pontos de intervenção para cada caso.

DOI: http://dx.doi.org/10.17575/rpsicol.v27i1.242

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-
Publicado
2013-10-24
Como Citar
Dias, A. R., Manita, C., Gonçalves, R., & Machado, C. (2013). Relações de intimidade juvenis e adultas, uma análise comparativa: Das narrativas de amor às conjugalidades violentas. PSICOLOGIA, 27(1). https://doi.org/10.17575/rpsicol.v27i1.242
Secção
Número Temático

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 > >>