O impacto da adoção no desenvolvimento da criança

  • Joana Baptista
  • Isabel Soares
  • Margarida Henriques
Palavras-chave: -

Resumo

Em comparação com os pares da comunidade, as crianças que foram adotadas enfrentam, com maior frequência, adversidade e risco nos primeiros tempos de vida, os quais se podem situar ao nível de complicações ao nascimento e de experiências de perda da família biológica, bem como ao nível do acolhimento em instituições caracterizadas por cuidados pouco responsivos. Nos últimos anos, clínicos e investigadores têm vindo a alertar para os efeitos negativos daquelas experiências no desenvolvimento da criança. Simultaneamente, a literatura tem vindo a reforçar a ocorrência de mudanças positivas em áreas diversas do desenvolvimento, após a integração numa família por adoção. Este artigo de revisão apresenta uma sistematização de resultados de estudos que analisaram o impacto da adoção, sobretudo internacional, no desenvolvimento físico, cognitivo, sócio­?emocional e nos problemas de comportamento da criança que foi adotada.

DOI: http://dx.doi.org/10.17575/rpsicol.v27i2.422

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-
Como Citar
Baptista, J., Soares, I., & Henriques, M. (1). O impacto da adoção no desenvolvimento da criança. PSICOLOGIA, 27(2), 63-79. https://doi.org/10.17575/rpsicol.v27i2.422
Secção
Artigos