Adversidade na infância e objetivos de vida em adultos

Papel mediador da vinculação aos pais

  • Maria de Fátima Marques Silva Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, Portugal
  • Catarina Pinheiro Mota Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, Portugal. Centro de Psicologia da Universidade do Porto, Porto, Portugal

Resumo

O presente estudo tem como objetivo analisar a contribuição das experiências adversas na infância no desenvolvimento de objetivos de vida na adultícia, sendo testado o papel mediador da vinculação aos pais na associação anterior. A amostra foi constituída por 511 indivíduos, com idades compreendidas entre os 25 e os 50 anos de idade. Para a recolha dos dados foram utilizados questionários de autorrelato. Os resultados apontam para um efeito preditor negativo das experiências adversas na infância face aos objetivos de vida enquanto adultos. Observou-se, ainda, que a qualidade da vinculação aos pais tem um papel mediador na associação entre as experiências adversas na infância e os objetivos de vida na adultícia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-05-14
Como Citar
Silva, M. de F., & Mota, C. (2018). Adversidade na infância e objetivos de vida em adultos. PSICOLOGIA, 32(1), 49-62. https://doi.org/10.17575/rpsicol.v32i1.1309
Secção
Artigos