Factores de risco na infância: O despiste precoce e a acção educativa

  • Helena Águeda Marujo
Palavras-chave: -

Resumo

O reconhecimento dos primeiros sinais de desajustamento e inadequação das crianças aos seus contextos familiar e escolar e a acção educativa consequente passam, cada vez mais, por um saber fundamentado do que podem ser os factores de risco na infância. Uma conceptualização das problemáticas psicológicas infantis em termos de factores de risco deve ter em conta, não só a natureza multifacetada desses factores e das suas potenciais implicações futuras, mas igualmente envolver as formas mais eficazes de evitar o seu aparecimento, ou as acções a desenvolver quando surgem. Cabe ao psicólogo uma intervenção formativa exigente e cuidada junto da comunidade, e simultaneamente, uma mudança profunda na acção que vem desenvolvendo junto de crianças, pais e educadores. A depressão infantil é aqui apresentada como uma das áreas em que temos desenvolvido trabalhos que vão ao encontro desta perspectiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-
Como Citar
Marujo, H. (1). Factores de risco na infância: O despiste precoce e a acção educativa. PSICOLOGIA, 8(2), 185-192. https://doi.org/10.17575/rpsicol.v8i2.728
Secção
Número Temático