Uma abordagem multimétodo do desenvolvimento pessoal com estudantes do ensino superior

  • Alice M. Bastos
  • Carolina Silva
  • Óscar F. Gonçalves
Palavras-chave: -

Resumo

Após um século de Psicologia, entendemos que é necessário integrar no estudo do desenvolvimento humano abordagens capazes de nos aproximarem da complexidade dos processos de desenvolvimento e mudança. Na linha de alguns autores, entendemos que é possível aproximar abordagem quantitativas e qualitativas na Psicologia (e.g., Patton, 1990; Mertens, 1998). A nossa proposta é a de que se integrem no plano de investigação diferentes metodologias, efectuando uma aproximação ao problema a partir de diferentes ângulos. Além disso, consideramos que, na avaliação da intervenção em desenvolvimento humano (estudo experimental), as medidas de pré e pós-teste são insuficientes para compreender a complexidade da mudança, assumindo os estudos de follow-up uma importância crucial. Entendemos ainda que é necessário efectuar uma exploração inicial do problema sob investigação e daí a utilidade de um estudo exploratório (estudo transversal de observação), pois permite um esboço inicial do contexto em que vamos intervir. Finalmente, defendemos que é de particular relevância ir além do silêncio dos números, introduzindo no plano de investigação os valores extremos e as histórias que co-construímos nos movimentos de desenvolvimento e mudança (estudo de casos extremos).

DOI: http://dx.doi.org/10.17575/rpsicol.v14i2.511

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-
Como Citar
Bastos, A., Silva, C., & Gonçalves, Óscar. (1). Uma abordagem multimétodo do desenvolvimento pessoal com estudantes do ensino superior. PSICOLOGIA, 14(2), 209-223. https://doi.org/10.17575/rpsicol.v14i2.511
Secção
Número Temático