Traumatismos Crânio-Encefálicos: Características e evolução

  • Maria Emília Santos
Palavras-chave: -

Resumo

Os traumatismos crânio-encefálicos constituem um grave problema de saúde pública, com uma incidência muito elevada, sobretudo na população adulta jovem, principalmente como resultado dos acidentes de viação. A autora faz uma revisão da literatura relativa às principais características dos traumatismos crânio-encefálicos, aos mecanismos de recuperação e à evolução e sequelas mais frequentemente observadas nestas situações, em sujeitos adultos. As consequências, mesmo a longo prazo, isto é, passados aos após o traumatismo, podem ser dramáticas, quer para as pessoas que sofreram traumatismo, quer para os seus familiares, e envolver vários tipos de deficiência – física, cognitiva, emocional e do comportamento. Estas deficiências, em função da sua gravidade, das características individuais e das condições de vida, podem conduzir a handicaps de natureza variada, impedindo, frequentemente, a integração profissional e social destes sujeitos.

DOI: http://dx.doi.org/10.17575/rpsicol.v16i1.471

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-
Como Citar
Santos, M. E. (1). Traumatismos Crânio-Encefálicos: Características e evolução. PSICOLOGIA, 16(1), 97-122. https://doi.org/10.17575/rpsicol.v16i1.471
Secção
Número Temático