(Des)encontros das memórias: Breve comentário ao encontro "O descobrimento do Brasil, quinhentos anos depois: memória social e representações de portugueses e brasileiros"

  • José Manuel Sobral
Palavras-chave: -

Resumo

Neste artigo abordam-se de modo sucinto alguns aspectos relativos à problemática da memória social, dando-se um relevo particular aos contributos oriundos da sociologia e da antropologia. Defende-se que a memória nacional deve ser entendida como ideologia ou representação, como produto de processos de construção do passado, nos quais o poder do Estado desempenha um papel crucial. Aborda-se também com brevidade o questionário, referindo-se que o mesmo mostra como certas caracterizações do carácter nacional (brasileiro) moldam algumas de certas imagens dos portugueses ligadas à expansão ultramarina e suas implicações.

DOI: http://dx.doi.org/10.17575/rpsicol.v17i2.458

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-
Como Citar
Sobral, J. (1). (Des)encontros das memórias: Breve comentário ao encontro "O descobrimento do Brasil, quinhentos anos depois: memória social e representações de portugueses e brasileiros". PSICOLOGIA, 17(2), 419-427. https://doi.org/10.17575/rpsicol.v17i2.458
Secção
Número Temático