Vinculação aos pais, divórcio e conflito interparental em adolescentes

  • Octávio Moura
  • Paula Mena Matos
Palavras-chave: -

Resumo

Este estudo pretendeu identificar variações na qualidade da vinculação aos pais em função da estrutura familiar (famílias intactas e divorciadas) e do conflito interparental, tendo sido igualmente analisadas as diferenças de género do adolescente e das figuras parentais. Deste estudo fizeram parte 310 jovens dos 14 aos 18 anos de idade de ambos os géneros. Os questionários utilizados foram o Questionário de Vinculação ao Pai e à Mãe (QVPM; Matos & Costa, 2001, versão revista) e o The Children’s Perception of Interparental Conflict Scale (CPIC; Grych, Seid & Fincham, 1992). Ambos os instrumentos revelaram ter qualidades psicométricas adequadas, testadas a partir de análises factoriais confirmatórias e da consistência interna (...)

DOI: http://dx.doi.org/10.17575/rpsicol.v22i1.341

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-
Como Citar
Moura, O., & Matos, P. (1). Vinculação aos pais, divórcio e conflito interparental em adolescentes. PSICOLOGIA, 22(1), 127-152. https://doi.org/10.17575/rpsicol.v22i1.341
Secção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)