A centralidade das experiências da vergonha: Estudo das propriedades psicométricas da versão portuguesa da escala da centralidade do acontecimento

  • Marcela Matos
  • José Pinto Gouveia
  • Pedro Gomes
Palavras-chave: -

Resumo

A natureza das experiências de vergonha sugere que estas podem constituir-se como memórias traumáticas e autobiográficas, pontos de referência centrais para a identidade pessoal e atribuição de significado a outras experiências de vida, com consequências ao nível da psicopatologia. O presente estudo examina as propriedades psicométricas da versão portuguesa da Escala da Centralidade do Acontecimento (Centrality of Event Scale, CES; Berntsen & Rubin, 2006) numa ampla amostra da população geral. A validade de constructo foi examinada com recurso a procedimentos da Análise em Componentes Principais, cujos resultados suportaram a estrutura unidimensional subjacente à CES, explicativa de 59% da variância. Os valores de correlação item-total moderados a elevados (> .65) e um valor de alfa de Cronbach elevado (α=.96), apontam para a excelente consistência interna da escala. A validade convergente e discriminate foi sugerida pelas correlações elevadas encontradas com a Escala do Impacto do Acontecimento (...)

DOI: http://dx.doi.org/10.17575/rpsicol.v24i1.297

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

-
Como Citar
Matos, M., Pinto Gouveia, J., & Gomes, P. (1). A centralidade das experiências da vergonha: Estudo das propriedades psicométricas da versão portuguesa da escala da centralidade do acontecimento. PSICOLOGIA, 24(1), 73-95. https://doi.org/10.17575/rpsicol.v24i1.297
Secção
Artigos